Astaroth – Na Luz da Conquista (1986)

Bueno, pessoal, peço agora à todos uma reverência à este trabalho legendário, histórico, clássico total do Metal Nacional…

01 – Asas
02 – Na Luz da Conquista
03 – Réquiem para Antillus
04 – Invasores de Aço
05 – O Alienado
06 – Ruínas da Existência
07 – Dança do Fogo
08 – Deuses Vencidos
09 – Mentira aos Ventos

Formada em 1982, o Astaroth foi a primeira banda do estilo no Rio Grande a gravar um LP. Na Luz da Conquista é o único registro dessa formação ancestral, um disco apenas perfeito. Sim, a gravação deixa muito à desejar, como todos os registros de Rock Pesado da época, mas mesmo assim traz uma produção acima da média. Na verdade, o único ´porém´ é referente ao volume muito baixo do vocal, pois as guitarras são cortantes, batera e baixo seguram forte a cozinha, dando ao todo peso e pegada, como tem que ser. Com uma técnica arrojada e grandes arranjos a rapaziada apresentava temas inspirados em Iron e Judas, sem tão pouco deixar de transparecer já uma identidade toda própria no som…Não há ´gauderismos´ explícitos aqui, e sim o velha base dura do mais tradicional Heavy Metal, com aqueles riff’s geniais da melhor escola oitentista…mas a banda cantava suas metálicas canções em bom português e o fazia muito bem, com as letras se ajustando perfeitamente à métrica das melodias, de uma forma poucas vezes ouvida(tentada?) ainda hoje…e que letras, diga-se! Ah se muitas bandas de Metal de hoje em dia tivessem a manha de fazer letras inteligentes, e que refletissem as idéias e sentimentos do seu público como o fez esta banda…Mais uma razão p’ra se lamentar o vocal baixinho, mas fazer o quê, né?…Se alguém se animasse a remixar e lançar este disco hoje não seria nada mal…e tenho certeza que não seria só eu quem iria gostar…
Olha aí, já me deu aquela saudade besta de novo…de qüando se ligava o rádio de noite na velha Ipanema FM e a Kátia Suman punha p’ra rolar O Alienado e Os Deuses Vencidos, da coletânea Rock Garagem 1984


Pois olha só…venho campeando este (e alguns outros trabalhos antigos do Rock aqui do estado) há eras, e nesta senda acabei descobrindo porque chamam certas coisas de ”raridade”… Às vezes desistia, às vezes começava de novo a procura… Mas curte só aonde eu fui encontrar!: Adicionado à lista dos nossos amigos já está o link do El Hijo del Dragon, blog do hermano chileno Steel Dragon…Gracias otra vez, muchacho! Olha o que ele escreveu sobre o Astaroth:
´´…Debo decir que nunca pensé volver a oír a esta banda hoy en día. La había escuchado por última (y única) vez por allá por 1989. Ahí pude venir a conocer recién a ASTAROTH, quienes se habían formado en 1982 en Porto Alegre (Brazil)… En esa época ya cultivaban un estilo fiel al poder de IRON MAIDEN y JUDAS PRIEST, y al sonido oscuro de MERCYFUL FATE… Inspirado sin duda en la NWOBHM, y bastante creativo tomando en cuenta lo que se hacia entonces allá en Brazil en cuanto a música, cuando la mayoría de las bandas sólo se conformaban con imitar a Deep Purple, y Led Zeppelin. (…Si, ya sé que ustedes me van a preguntar “y que hay de SEPULTURA, o de DORSAL ATLANTICA?”…Yo les digo que eso es otra categoría, que ellos se formaron después, y que esto es en estricto rigor, Heavy Metal).
Bueno, y sin ser petulante ni pomposo, yo creo que esto califica como un verdadero “Hallazgo Arqueológico”, una reliquia que talvez debería estar en un museo, en una vitrina sellada… Pero preferí no guardármelo (porque puta que odiaba eso en mi época!!!) y compartirlo con quienes verdaderamente aprecian el Heavy Metal de la vieja escuela… sé que ellos lo van a disfrutar…´´

É isso aí, loco…Uma relíquia!

Agora a ironia: tão logo baixei o arquivo lá do Dragão de Aço, encontrei o Na Luz da Conquista postado lá no Vintage69 , um blog loco de bueno feito pela Fernanda, prenda gaúcha(mas tinha que ser, né? hehehe) de Porto Alegre! Olha o depoimento dela:
´´…Raridade direto do arco da velha. ;)Eis um grupo pelo qual tenho um enorme respeito.Um dos melhores do Metal nacional nos anos 80.A primeira banda gaúcha do estilo a gravar um LP.Tenho muito orgulho de ter sido fã deles. :)Putz, eu teria histórias e mais histórias prá contar dessa época da minha vida…rs O Astaroth foi uma banda a frente de seu tempo.Era muito criativa e competentíssima.
Eu idolotrava esses caras! Prá mim eles eram o Iron Maiden brazuca…rs Uma relação meia “Existe um único Deus [Iron]e Astaroth é seu profeta”. rs[Ei, eu tinha só 14 anos! :P] ‘O Alienado’ era um verdadeiro hino para mim.Que letra! Muitas bandas ‘ditas’ de Metal atuais tem muito a aprender com a ‘velha-guarda’.Por exemplo, como fazer letras inteligentes.O Astaroth era muito feliz em refletir os sentimentos e angústias da juventude na época. Sem esquecer é claro dos temas épicas a lá Manowar…rs
Infelizmente os LPs nacionais nos anos 80tinham um som horroroso. A gravaçãodeixa muito a desejar. Não faz juz ao som da banda. Nem de perto. As demos que tocavam na Ipanema FM eram mais legais.Quem dera que na época existissem os recursos de hoje.Enfim, uma grande banda dos idos passados. :)Um ícone do metal gaúcho e portoalegrense. :P[em 84 eu vivia topando com o Guto.Ele trabalhava perto da minha casa]Uma boa oportunidade para os fãs relembrarem os velhos tempos e os jovens de conhecerem uma banda de metal de verdade! :P…´´

Tá, tu ainda ‘taiz achando pouco? Então dá uma olhada no review do site italiano Metal Myths: http://www.metalmyths.com/showarticle.php?aid=83&type=1

…É, lá p’ra fora os caras chama de mito (viu que não precisa cantar em inglês bosta nenhuma?)… mas como era mesmo aquela história…?: ´´profeta em sua terra…´´? Hehehe…

Guto – Vocal
Marcelo Fornazier – Guitarra
Ivan Zukauskas – Guitarra
Eduardo Urso – Baixo
Roberto Arbo – Bateria
Desta vez, vamos por então três opções de download:
No nosso vão as fotos do post mais algumas informações em um arquivo de texto…Todos estão à 128kbps (aaaaaaahhhhhh….), mas a ripagem está bem decente. Descobri ainda um outro maluco que diz ter o álbum em casa, e lhe enviei um e-mail pedindo que fizesse uma ripagem mais ´gordinha´ p’ra nóiz… se ele responder, podem deixar que a gente reposteia tudo!
É isso…Aproveitem essa joinha!
Um grande abraço à toda galera, de todas as partes, que está sempre no aguante do Rock Pesado e do underground!
Metal is Forever!!!
Anúncios

3 Respostas to “Astaroth – Na Luz da Conquista (1986)”

  1. Michel Says:

    “Deuses Vencidos” tocou no Guitarras, da Fluminense FM (a “Maldita”). Eu só conhecia essa música – na verdade ainda devo ter em algum cassete mofado…

    Um milênio se passou e tenho a chance de enfim conferir melhor o som deles…

  2. formig@ogremist@o Says:

    Ainda lembro do primeiro show de metal que assisti na cidade de Cruz Alta, aliás cidade onde nasci, no ginásio municipal, foi inesquecível uma banda de metal cantando em português com uma pegada tipo sabbath, fiquei fãnzão dos cara. Até hoje gosto do som pena que acabou a banda mas a memória essa não acaba, valeu. Obrigado.

  3. Anonymous Says:

    Tchê, fazia uma era que eu estava atrás desse material, que inclusive eu tive em vinil, considero este álbum um clássico do metal, obrigado!!! – Leandro Oliveira – Ibirubá/Rio Grande do Sul.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: